Energia solar em Cuiabá, Mato Grosso

Energia solar em Cuiabá, Mato Grosso

A busca incansável por energia sustentável tem feito com que algumas capitais brasileiras se sobressaiam em um país farto em recursos naturais. Neste artigo, você entenderá por que o investimento em energia solar em Cuiabá, Mato Grosso, tem sido importante para destacar a cidade como um dos polos de energia limpa.

Por conta das secas crescentes, dos aumentos constantes na conta de luz e também de demandas para que a matriz energética do país seja diversificada, o investimento em energia solar tem batido recorde a cada ano. Estimativas do governo indicam que esse mercado possa movimentar até 100 bilhões de reais até 2030 (Fonte: Portal Solar).

Energia solar em Cuiabá, Mato Grosso

Fonte: Envato

O Brasil possui uma das melhores condições do mundo para produção de energia solar. Uma das regiões do país que possui melhor capacidade para produção de energia por meio do sol é a Centro-Oeste. A região possui incidência solar bem alta durante praticamente todo o ano. Aí que entra o potencial da energia solar em cidades como Cuiabá, Mato Grosso.

Isso faz com que investimento em energia solar em Cuiabá, Mato Grosso, seja mais do que apenas uma possibilidade de economia, é a certeza de que a demanda elétrica será sempre bem atendida independente do sistema implantado.

Saiba mais sobre Cuiabá, capital do estado de Mato Grosso

Segundo estimativas de 2016 feitas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população de Cuiabá é de 585.367 habitantes. A cidade é o principal polo industrial, comercial e de serviços do estado, além de possuir funções político-administrativas.

A capital do Mato Grosso é conhecida como “cidade verde” por causa de sua grande arborização. Com isso, já é possível perceber o quanto o município é eficiente em termo de sustentabilidade, o que fortalece ainda mais o conceito de investir em soluções de energia solar na cidade.

Segundo o Wikipedia, no que diz respeito à geografia da cidade, os relevos predominantes em Cuiabá possuem altitudes modestas, que variam entre 146 e 250 metros na área da própria cidade, ideal para implantação de painéis para captação de energia solar.

Projeto de energia solar implantado pela Cogera

Projeto de energia solar implantado pela Cogera

Clima favorável a investimentos em energia sustentável

O clima predominante em Cuiabá é o tropical. A capital é famosa por suas altas temperaturas, sendo uma das mais quentes do Brasil. Sua temperatura média é de, aproximadamente, 26ºC. Entretanto, não é incomum que atinja os 40ºC. Entre outubro e abril é quando se concentram as chuvas. No resto do ano, as massas de ar seco que se instalam sobre a região Centro-Oeste dificultam as formações chuvosas.

Com a eliminação das frentes frias, todo o calor, que vem da fumaça produzida pelas queimadas nessa época quente do ano, faz com que a umidade relativa do ar caia de forma violenta, chegando a ficar abaixo de 15% (Fonte: Wikipedia). Como se pode observar, a energia solar em Cuiabá é totalmente viável devido às condições do clima no local.

Por que investir em energia solar em Cuiabá e no estado do Mato Grosso em geral

A região Centro-Oeste do Brasil possui uma alta incidência solar, favorecendo a utilização de placas solares no estado. Seu uso é mais frequente em usinas, prédios comerciais e residências. Entretanto, o aproveitamento desse modelo de energia renovável também já tem sido bastante utilizado em áreas rurais do Mato Grosso.

Isso se deve ao fato do estado possuir uma enorme quantidade de fazendas de gado e plantações. Com o constante avanço da tecnologia, que atinge também as áreas rurais, esses espaços necessitam do uso de máquinas diversas, equipamentos de irrigação, entre outros materiais que necessitam de energia constante para funcionar.

Por que investir em energia solar em Cuiabá e no estado do Mato Grosso em geral

Fonte: Envato

Investimento internacional

A empresa chinesa CED Prometheus vai investir mais de US$ 300 milhões em Mato Grosso para produção de energia solar na região de Chapada dos Guimarães. O protocolo de intenções foi assinado em janeiro deste ano (2018) pelo governador Pedro Taques, pela prefeita do município, Thelma de Oliveira, e por representantes das empresas integradas ao projeto.

A prefeita Thelma de Oliveira, na assinatura do protocolo, falou mais sobre o projeto. “Escolheram Chapada dos Guimarães, em Mato Grosso, porque a incidência solar é muito boa e, com isso, seremos agraciados com esse investimento, mostrando nosso compromisso e do Governo do Estado em investir no turismo, mas também preocupados com o desenvolvimento sustentável”, disse. (Fonte: Cuiabá 300)

Projetos implantados de energia solar em Mato Grosso

Fazenda Santa Amélia

Um grande exemplo de área rural sustentável em Mato Grosso é a Fazenda Santa Amélia, que fica em Campo Novo do Parecis, a aproximadamente 404 km de Cuiabá. Em 2017, o local recebeu um troféu em forma de reconhecimento pela instalação de uma estação de energia solar que gerava 300 Kva. O número representava o dobro de eletricidade que a fazenda necessitava. (Fonte: Mato Grosso Econômico)

Projeto de energia solar em área rural

Fonte: Mato Grosso Econômico

Posto de abastecimento com energia solar em Cuiabá

Em maio deste ano (2018), foi inaugurado em Cuiabá o primeiro posto para abastecimento de carros movidos à eletricidade. O chamado eletroposto foi implantado na sede da Federação de Indústrias de Mato Grosso (Fiemt).

O posto produz energia elétrica através de placas fotovoltaicas instaladas na própria Fiemt. Qualquer pessoa que possuir um carro elétrico pode abastecer no eletroposto sem nenhum custo. A estrutura teve o apoio de vários parceiros e o investimento total custou, aproximadamente, R$ 70 mil. (Fonte: Mato Grosso Econômico).

Projeto de energia solar da Cogera

Projeto de energia solar da Cogera

Programa de financiamento vai estimular a energia solar em Mato Grosso para pequenos negócios

Em abril deste ano (2018) foi lançado o Programa de Financiamento de Energia Solar para pequenos negócios, o PLUZ. A iniciativa é uma parceria entre o Sebrae do Mato Grosso, o Banco do Brasil e a WEG, uma das maiores fabricantes de equipamentos elétricos do mundo, localizada em Santa Catarina.

A união é uma forma estratégica de estimular a geração de energia fotovoltaica no âmbito da geração distribuída. O objetivo é disponibilizar o acesso à energia solar e seus benefícios e, assim, diminuir os custos e garantir maior segurança energética. Serão consultorias especializadas, acesso à tecnologia de ponta e ao crédito por meio do FCO – Fundo Constitucional do Centro-Oeste.

É importante destacar que o programa busca incentivar o desenvolvimento do mercado local, gerando emprego e renda. Além disso, contribui também para o aumento do número de micro e mini usinas fotovoltaicas.

Por ser um investimento de médio e grande porte, as empresas e produtores rurais precisam do apoio de linhas de crédito com condições especiais. Assim, será possível executar e viabilizar o projeto. (Fonte: Mato Grosso Econômico)

Implantação de sistema fotovoltaico pela Cogera

Implantação de sistema fotovoltaico pela Cogera

Primeira escola pública com energia solar em Cuiabá

Recentemente, em 17 de agosto de 2018, foram entregues as obras de revitalização da Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) Francisval de Brito, no bairro Coophamil, em Cuiabá. A unidade passou por revisão no sistema elétrico, cobertura e tornou-se a primeira escola pública de Mato Grosso a receber placas fotovoltaicas capazes de produzir energia solar.

A implantação das placas trará um impacto positivo para a gestão escolar, diminuindo custos com o consumo de energia elétrica. A expectativa dos gestores é que essa implantação conduza também uma mudança positiva no trabalho pedagógico com as crianças. Isso porque ela abre portas para abordagens de temas relativos à preservação do meio ambiente, utilização de fontes sustentáveis e educação ambiental. (Fonte: Olhar Direto).

Implantação de sistema fotovoltaico pela Cogera

Implantação de sistema fotovoltaico pela Cogera

Independente da opção por energia sustentável, vale a consulta com empresas especializadas no setor.

Os painéis solares usados para captação da energia solar podem ser implantados tanto no telhado quanto no solo. Para fazer a instalação, o ideal é que a área seja examinada por um especialista. Ele irá analisar as condições do local e quanto ele gasta em quilowatts. Tendo feita essa inspeção, o profissional indicará quantos painéis serão necessários. (Fonte: Mato Grosso Econômico).

A Cogera, empresa que fornece soluções em energia solar em Campo Grande (MS) e em Cuiabá (MT) realiza esse trabalho. A companhia possui profissionais qualificados para atender a necessidade do cliente.

WhatsApp Fale com um especialista clicando aqui!