Manutenção em uma subestação de energia

Manutenção em uma subestação de energia

Que a manutenção é de extrema importância para diversos equipamentos, isso já se sabe. Ela garante maior durabilidade dos dispositivos ou mecanismos e ainda oferece mais segurança e tranquilidade. Para as subestações isso não seria diferente. A manutenção em uma subestação de energia deve ser realizada anualmente. Mas, quais são os benefícios e importância disso?

Saiba o que é subestação de energia

Subestações são instalações elétricas de alta potência por onde a energia passa antes de atingir seu ponto final, que é a utilização por parte da população. São sistemas muito complexos compostos por diversos equipamentos que, juntos, garantem seu pleno funcionamento.

Esse funcionamento consiste na distribuição e transmissão da energia com segurança e proteção. Com seus transformadores, as subestações regulam o nível de tensão da eletricidade permitindo que ela chegue de maneira adequada aos consumidores.

Saiba o que é subestação de energia
Fonte: Envato

Por que realizar a manutenção em uma subestação de energia

Por ser um equipamento de alta periculosidade e por onde é transmitido um nível elevado de eletricidade, a manutenção em uma subestação de energia é muitíssimo necessária. Isso porque ela garantirá a operacionalidade da planta, eliminando a possibilidade de acidentes que poderão ocasionar custos altos.

Nas manutenções preventivas e corretivas em subestações de energia devem ser incluídos os transformadores, disjuntores, relés, chaves seccionadoras, etc.

Manutenção preventiva

A manutenção em uma subestação de energia feita de forma preventiva tem como finalidade a redução máxima de falhas. Isso evita que o fornecimento de energia seja interrompido. Além disso, propicia uma redução de despesas com manutenções corretivas que podem ocorrer inesperadamente, sem que o proprietário esteja preparado para gastar esse valor.

Custa muito mais ter que consertar uma subestação do que mantê-la funcionando através de um bom planejamento de manutenções.

Além disso, se o equipamento apresenta um problema e para de funcionar, os custos para a empresa que dependem dele podem ser incalculáveis.

Por que realizar a manutenção em uma subestação de energia
Fonte: Cogera Energia

Todo sistema elétrico é constituído por equipamentos de diferentes níveis de tensões. Por isso as manutenções são tão importantes e essenciais para as subestações. Realizar esse procedimento, além de garantir uma maior vida útil do equipamento, ainda proporciona maior segurança aos profissionais que estarão em contato direto com os sistemas elétricos ali presentes.

Finalizando, a manutenção preventiva também é determinante por conta dos meios legais. A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) estabelece algumas instruções e regras mínimas. Elas devem estar em total cumprimento na hora de realizar as manutenções em geradores, redes elétricas e, obviamente, nas subestações de energia.

Veja a importância da manutenção em uma subestação de energia
Fonte: Envato

Atenção para o óleo isolante

A norma brasileira NBR 7037 – recebimento, instalação e manutenção de transformadores de potência em óleo isolante – propõe uma análise no óleo isolante das subestações anualmente. Ela deve ser feita através do recolhimento de amostras e ensaios cromatográficos e físico-químicos.

A orientação para realização dos ensaios é feita porque, enquanto a subestação opera, o óleo isolante realiza uma rotatividade dentro dos transformadores. Dessa forma, ele entra em contato com todos os equipamentos que compõem o sistema.

Se algum equipamento apresentar defeito, algumas das propriedades do óleo podem ser modificadas. Essas modificações nas propriedades, quando não são por obsolescência normal do produto, serão sinais de lapso nos transformadores. Por isso, essa é parte muito importante na manutenção em uma subestação de energia.

Veja também o artigo “Entenda mais sobre os equipamentos de uma subestação de energia

Manutenção em uma subestação de energia: saiba mais
Fonte: Cogera Energia

O tempo de vida do transformador está atrelado à qualidade do óleo isolante que circula por ele. Um óleo de boa qualidade e manutenções frequentes ajudam a estender o tempo que o equipamento vai operar. Além disso, evitam paradas inesperadas que podem ocasionar em muitas horas sem abastecimento de energia.

Sendo assim, a manutenção preventiva dos transformadores é baseada na supervisão periódica e sistemática das propriedades do óleo isolante presente em seu interior.

A Cogera executa manutenção preventiva e corretiva nas subestações de energia. Isso inclui transformadores, disjuntores de média tensão, chaves seccionadoras, relés de proteção, etc. Entre em contato para saber mais e faça seu orçamento!

close